domingo, abril 11

Regresso às vitórias


Depois de uma serie de maus resultados, eis que regressámos às vitórias, num jogo que se adivinhava complicado, frente a um adversário directo, na luta pela manutenção. Resultado final de 4 a 1, diz tudo o que aconteceu no Municipal de Borba.
Na primeira parte, jogo de toada morna onde as duas equipas tentavam controlar o jogo, mas esse era muito dividido a meio campo, estando claramente as equipas a estudarem-se mutuamente. Perto dos vinte minutos surge o primeiro golo vianense, depois de um lançamento lateral, o pequeno Samora ganha em altura, esta sobra para a entrada de área e Luís Ferro, a atirar para golo, num bom remate de pé esquerdo. Começavam as coisas a ficar boas para o nosso lado e consequentemente, a equipa da casa a enervar-se mais, não conseguindo reagir. Com isso soube aproveitar a nossa equipa que controlou o jogo, chegando ao segundo golo, através de um livre directo, superiormente marcado por Luís Sanche. Tudo estava bem encaminhado, já perto do final da primeira parte, Rui Penetra dispôs de um lance que sozinho correu para a área, mas foi lento permitindo a recuperação da defesa da casa. Não aproveitamos e depois sofremos o melhor lance da equipa da casa, com Luís Rosado a surgir na cara de Salgado, tentou fazer o chapéu, mas o experiente guardião respondeu com eficácia. Para a segunda parte sabia-se que o Borba iria entrar forte, tal aconteceu, sendo uma equipa muito pressionante, principalmente em bolas paradas, onde Deco era o jogador em evidencia. Foram cerca de quinze minutos onde o Borba pressionou, conseguindo reduzir num lance esquisito, com Zé Pedro a tentar aliviar a bola acertou no avançado da casa, este isola-se, Salgado consegue defender à primeira, mas depois surgiu Generoso a rematar para o fundo da baliza. Cresceu mais a equipa da casa, a nossa equipa tinha dificuldade em ter posse de bola, tentava jogar com a velocidade de Samora, este sempre que tinha a bola criava perigo, mas não conseguia o último passe, ou o ultimo remate para golo. Já com Feles e André em campo eis que “matamos” o jogo, num lance em que este dois jovens foram protagonistas, com Feles a ganhar uma bola na direita, cavalgou sozinho até a área, oferecendo a André o golo da tranquilidade. Faltava dez minutos para terminar, surgindo ainda o quarto golo, numa jogada de contra-ataque em que André isola o seu conterrâneo Ferro que à saída de Roberto fez o chapéu de grande execução. Em suma, grande e importante vitoria da nossa equipa, numa excelente exibição, sendo ela hoje dedicada ao nosso capitão Ventinhas que celebrou mais um aniversário, tendo presenteado todo o grupo com um grande lanche no final do encontro. A arbitragem de Bruno Piçarra foi positiva, não se dando por ele em campo. Próximo jogo, mais um adversário complicado, Santiago Maior, num jogo onde todos os Vianenses têm entrada grátis, para nos apoiar.



Ficha do Jogo:
Sp. Viana:
Salgado, Zé Pedro, Mero, Sanche, Pinelas, Teigão, Ventinhas, Ferro, Samora (Feles), Rui Penetra (Cadeireiro) e David Candeias (André Garcia).
.
Borbense: Roberto; Tiago, Luiz Lopes, Luis Espiguinha e Zé Grego (Telmo); Luis Mendes, Rosado (Filipe) e P. Baltazar (Pina); Generoso, Deco e André.
.
Arbitros: Bruno Piçarra, auxiliado por Joaquim Rabasqueira e Rui Pais.

Resultados da 21ª Jornada:

Borbense 1 - Sp. Viana 4
Santiago Maior 2 - Bencatelense 0
Arraiolense 0 - Calipolense 2
Arcoense 0 - Oriolenses 1
Redondense 1 - Monte Trigo 0
Escouralense 4 - Portel 1
Est. Vendas Novas 1 - Giesteira 0

Classificação:

1º - Est. Vendas Novas - 60 (-1J)
2º - Monte Trigo - 46
3º - Redondense - 44
4º - Escouralense - 34 (-1J)
5º - Calipolense - 33
6º - Giesteira - 29 (-1J)
7º - Sp. Viana - 26 (-1J)
8º - Desp. Portel - 26
9º - Oriolenses - 24
10º - Bencatelense - 24
11º - Santiago Maior - 22
12º - Borbense - 22
13º - Arraiolense - 13
14º - S.C. Arcoense - 7