domingo, novembro 21

Futsal - 4ª Jornada - Juventude SC\G.a.j.a. 3 - SP.Viana 4

O SP.Viana deslocou-se este fim-de-semana a Évora para defrontar o Juventude S.C./ G.A.J.A, que pela primeira vez nesta época jogou no seu pavilhão pois a equipa sénior masculina tem vindo a realizar os jogos no Pavilhão Municipal de Viana. Esperava-se um jogo de elevada dificuldade para a nossa equipa pois o adversário para esta época reforçou-se em posições fundamentais na estrutura da equipa o que lhe tem permitido realizar um bom campeonato nas jornadas já decorridas. O SP.Viana não entrou muito bem na partida, sentindo enormes dificuldades em se adaptar a um pavilhão com um piso muito gasto e escorregadio, que limitava as acções dos jogadores, que sentiram enorme dificuldade em controlar os seus movimentos. O Juventude S.C. tirou bom partido dessa situação e de uma forma muito organizada no seu reduto defensivo, recuperava várias bolas e partia rápido em transições que levavam o perigo á baliza de Pires. A nossa equipa conseguiu equilibrar o rumo dos acontecimentos mas teve pela frente um critério disciplinar muito “apertado” que nos colocou com 5 faltas para os 9/10 minutos finais da 1ª parte, obrigando assim a nossa equipa a baixar as linhas e dar mais posse de bola ao adversário. O Juventude dispôs de 2 livres directos até final da 1ª parte e conseguiu mesmo chegar á vantagem num desses livres chegando ao intervalo a vencer por 1 – 0. Na 2ª parte a nossa equipa entrou determinada em chegar ao empate mas teve pela frente o guarda-redes do Juventude que fez uma exibição de elevado nível, negando por várias vezes o golo, golo esse que iria surgir para o Juventude que em mais uma rápida transição volta a marcar e a fazer o 2 – 0. O SP.Viana reduziu pouco depois por Hugo Nunes na marcação de uma grande penalidade, e viria a chegar ao empate por Bruno Folgoa na conversão de um livre directo, pois na 2ª parte foi a equipa local a chegar á 6ª falta bem cedo, diga-se justamente que á semelhança do que aconteceu com a nossa equipa na primeira metade do jogo, terá acontecido com um critério disciplinar “apertado”. Com 2-2 no marcador as oportunidades de golo surgiam nas 2 balizas mas com Pires e Kobra a realizarem defesas de elevado nível de dificuldade o marcador não sofria alterações. A nossa equipa consegue finalmente dar a volta ao marcador e chegar ao 3 – 2, mas pouco tempo depois surge a expulsão de Ludovino que perdeu a cabeça e após lhe ter sido mostrado o cartão vermelho teve um acto irreflectido que desde já reprovamos e aproveitamos para endereçar um pedido de desculpas á equipa de arbitragem (embora já o tenhamos feito por várias vezes no local…), e em especial ao árbitro Luís Aires que teve uma atitude muito positiva perante esta situação. O Juventude S.C. tirou partido da superioridade numérica e chegou ao empate, com 3 – 3 no marcador a nossa equipa sentiu que ainda era possível chegar de novo á vantagem no marcador e de forma muito aguerrida por intermédio de Telmo faz o 4 – 3 final, num grande jogo de Futsal que em muito serviu para divulgar a modalidade. Na nossa opinião o jogo ficou marcado pelo equilíbrio e igualdade de circunstâncias em vários factores, pois as duas equipas tiveram 2 guarda-redes em bom plano, o SP.Viana na 1ª parte viu-se muito cedo limitado devido às 5 faltas, e o Juventude S.C. passou pelo mesmo na 2ª parte, as oportunidades de golo foram também repartidas em igual numero pelas 2 equipas e até nas bolas ao poste as 2 equipas chegam empatadas no final, pois perante estas circunstâncias o empate também seria um resultado aceitável, mas a nossa equipa acabou por ser premiada pelo facto de nunca ter baixado os braços e no momento decisivo do jogo se ter apresentado muito unida e determinada.

Jogaram: Pires, Telmo (2), Ernesto, Bruno (1) e Hugo Nunes (1).
Jogaram ainda: Rui, Fábio, Hélder e Ludovino
Equipa Técnica: Faruk (Treinador) e Vasco Peças (Treinador Adj.)