domingo, outubro 21

Chuva de golos

                                  
Na deslocação a Bencatel para a 3ª Jornada do campeonato, a nossa equipa sénior passou mais um teste, alcançando a segunda vitória na prova, cilindrando o adversário com seis golos.

Ao invés dos jogos anteriores, o Viana entrou personalizado, com vontade de cedo resolver o jogo. Essa atitude foi determinante já que desde o início encostou o adversário à sua área, chegando ao primeiro golo, decorriam oito minutos, num grande cabeceamento de Dany. O mais difícil estava feito, mas esse golo madrugador vez relaxar a nossa equipa, expondo-se em demasia e isso custou caro, pois os homens da casa souberam aproveitar os espaços dados e empatariam a partida num cabeceamento de Fisgas. O empate deu alento ao Bencatelense que o fez acreditar que podia ombrear com o Viana na disputa dos três pontos, mas foi altura de arregaçar as mangas por parte da nossa equipa, com Baba e Elizito a criarem desequilíbrios e foi num desses lances que Gonçalo aproveitaria para marcar o segundo golo, num bom remate cruzado. Minutos depois, Dany, inspirado hoje, penetra pelo meio campo, tabela com Baba e já dentro da área fuzila o guarda-redes caseiro fazendo o terceiro golo, pouco antes do intervalo.

A segunda parte foi de sentido único, porque o Viana não estava para facilitar e em cinco minutos, faz dois golos. Primeiro foi Gonçalo a passe de Baba a encostar para golo, num boa jogada coletiva e de seguida, talvez o melhor golo da tarde, com o endiabrado Elizito a fazer das suas, numa arrancada pela esquerda, passando por vários adversários, fazendo o quinto da tarde. Com cinco a um, com dez minutos da segunda parte, o jogo ficava decidido. Aí, baixou um pouco o ritmo, o Bencatelense sempre que podia, tentava levar perigo junto da baliza de Manel, mas este, bem como a defesa, ia anulando as investidas da equipa da casa. Já com Diogo e Farinha em campo, seguiu-se uma serie de oportunidades desperdiçadas, com destaque para Farinha que por duas vezes só com o guarda-redes pela frente, não conseguiu marcar. Pelo meio, já Baba também isolado tinha atirado ao poste. Quem teve melhor sorte, foi Conchinha que também ele ao surgir isolado, não tremeu, fazendo o sexto e último golo da tarde.

Em suma, objetivo alcançado, num terreno sempre complicado, boa resposta dos nossos atletas, num jogo onde ficaram mais golos por marcar, mas acima de tudo o dever cumprido. A próxima jornada teremos no Faria e Melo, um dos líderes da prova, o Cabrela.

Sp. Viana; Manel, Xixa (Luís Rodrigues), Márinho, Roque, Dany, Teigão, Conchinha, Elizito (Diogo), Gonçalo, Baba e Bitó (Farinha) .

Não Utilizados; Majó, Setúbal e Letras.

Resultados da 3ª Jornada:
Borbense 2 - Perolivense 2
Cabrela 2 - Calipolense 0
Bencatelense 1 - Sporting Viana 6
Estremoz 0 - Redondense 1
Oriolenses 2 - Lavre 2
Santiago Maior 0 - Arraiolense 4
Escouralense 3 - Portel 1

Classificação:
1º - Arraiolense - 9 pontos
2º - Cabrela - 9
3º - Sporting Viana - 7
4º - Redondense - 6
5º - Lavre - 5
6º - Oriolenses - 5
7º - Perolivense - 5
8º - Escouralense - 4
9º - Estremoz - 3
10º - Calipolense - 3
11º - Borbense - 2
12º - Portel - 0
13º - Bencatelense - 0
14º - Santiago Maior - 0