domingo, novembro 4

E a solução, estava no banco


Na tarde de hoje, algo nublada, a nossa equipa sénior recebeu e venceu o Lavre por uma bola a zero na quinta jornada do campeonato distrital. Num jogo onde já se esperava difícil, dado a boa classificação da equipa adversária, os pupilos de Canelas tiveram que suar para levar de vencida uma equipa que utilizou todas as armas para fechar a sua baliza e levar daqui, nem que fosse um ponto. Com uma boa organização defensiva dos visitantes, o Viana teve enormes dificuldades em penetrar na área adversária, com a enorme estatura da maioria dos seus jogadores, o Lavre ia aguentando a maior posse de bola do Viana e sempre que podia, tentava levar perigo junto da baliza de Manel, que mostrava estar atento às investidas visitantes. Na primeira parte, apenas por uma vez o Viana esteve perto do golo, num canto onde Samina, juntamente com os defesas Lavrenses tiram o golo em cima da linha. A poucos minutos do fim da primeira parte, Setúbal perde a bola em zona proibida, com Fala a isolar-se, sendo agarrado pelo defesa Vianense, prontamente expulso pelo árbitro da partida. Ficavam as coisas mais difíceis para o Viana, ainda com quarenta e cinco minutos para jogar. Com o intervalo, Canelas faz entrar Roque, sacrificando Bitó. A equipa do Viana demonstrou então enorme espirito de entre ajuda, personalizada, com vontade de, menos com um homem, tentar chegar ao golo, e verdade seja dita, dominou toda a segunda parte, jogando de forma diferente, mas com o mesmo objetivo de chegar ao golo, frente a um adversário que, mesmo com mais um jogador, não arriscou. Elizito quase marca, quando isolado permite a defesa a Samina, depois foi Conchinha que de pé esquerdo atira à malha lateral, o reforço Leonel Levy, também ele deu o mote, num grande remate fora da área, com a bola a embater na trave. Mas quem tanto procura, acaba por conseguir e foi numa série de cantos, que surge o único golo da partida, com Roque a cabecear para o fundo da baliza, dando justiça ao resultado. Com poucos minutos para jogar, foi aguentar as bolas paradas da equipa visitante, onde este adversário podia trazer perigo, registando-se também nova expulsão para o Viana, com Baba a ser expulso numa jogada onde pisa um adversário involuntariamente.

De realçar, a união e entrega desta equipa, que provou estar preparada para a dura luta deste campeonato, com uma grande capacidade de sofrimento, mesmo com situações adversas. Sabemos que este foi o primeiro jogo de muitos que surgirão, onde será preciso apelar ao espirito de grupo para se conseguir alcançar os objetivos.

Surge agora a taça frente ao Morense, com algumas ausências, mas certos que a vontade se manterá, apesar do adversário ser de “desconfiança” dado o bom campeonato que está a realizar na 1ª divisão.

Sp. Viana; Manel, Márinho (Luís Rodrigues, Farinha), Setúbal, Dany, David Candeias, Teigão, Conchinha, Leonel Levy, Bitó (Roque), Baba e Elizito.

Resultados da 5ª Jornada:
Borbense 2 - Portel 1
Escouralense 0 - Calipolense 2
Bencatelense 0 - Perolivense 0
Cabrela 2 - Estremoz 0
Santiago Maior 1 - Redondense 3
Oriolenses 1 - Arraiolense 0
Sporting Viana 1 - Lavre 0

Classificação:
1º- Sporting Viana - 13 pontos
2º- Cabrela - 12
3º- Oriolenses - 11
4º- Arraiolense - 10
5º- Redondense - 10
6º- Calipolense - 9
7º- Lavre - 8
8º- Perolivense - 6
9º- Borbense - 6
10º- Escouralense - 5
11º- Estremoz - 3
12º- Portel - 3
13º- Bencatelense - 1
14º- Santiago Maior - 0