domingo, janeiro 6

“Mala pata” contínua


Na deslocação ao Escoural, a nossa equipa sénior saiu pela segunda vez esta época, derrotada, confirmando a tradição que no Escoural é a equipa do distrital onde o Sporting Viana, mais anos tem perdido. Pensava-se que seria hoje, mas a vitória não sorriu aos Vianenses que não tiveram a sorte do jogo.
Apesar do pelado, a nossa equipa cedo se adaptou às características do jogo, dominando o jogo, afirmando-se nas suas intensões de alcançar os três pontos. Logo nos minutos iniciais, Gonçalo cabeceia por cima, era o aviso. Do outro lado, era Nhau que tentava dar velocidade ao jogo, sempre com perigo também, mas Setúbal e Dany iam segurando. Numa bola recuperada a meio campo, Luís Rodrigues descobre Diogo que isolado, atira por cima. À terceira foi de vez, bola dentro da baliza de Rodrigo, mas anulado por suposto fora de jogo, após livre lateral. Percebia-se que não seria fácil, já que o jogo estava aguerrido, com o árbitro a segurar o jogo com cartões por tudo e por nada e que mais tarde ia fazer moça. Assim foi…
A segunda parte trouxe novamente o Viana mais forte, encostando os da casa à sua área. Esta etapa complementar foi a mais emotiva, porque aconteceram os lances chaves da partida. Fradinho quase marca, já dentro da área, atirando por cima. Claro penalty dentro da área do Escoural com Duarte a cortar a bola com o braço, mas os senhores do apito a mandarem jogar. Na resposta, aproveitando que a nossa equipa estava balançada para a frente, Waldir deixa-se cair e “amarela” Setúbal que já tinha um cartão por protestos. Desse livre, surge o único golo da partida, legal, com cruzamento para a área, confusão e Fradinho à meia volta a introduzir a bola na baliza de Manel. Complicava-se as contas para o Viana que se viu obrigado a moldar a equipa ao jogo, reforçando-se com Bitó na frente.  A resposta do Viana, surge com o endiabrado Luís Rodrigues a romper pela esquerda e já dentro da área, é travado por um defesa da casa. Cartão amarelo para Rodrigues. Poucos minutos depois, lance igual na área Vianense e Waldir a ser derrubado por Dany. Igual. Percebeu-se aí que foi um “compensar”, visto ser claros os lances para grande penalidade. Até final, na esperança de se chegar ao empate, era o arriscar, onde Zé Manel teve nos pés, uma das melhores ocasiões de golo, mas atirou por cima.
Vimos hoje perder a liderança com esta derrota, em mais um jogo fora de portas que tem sido onde temos pecado, visto que nos últimos jogos realizados para o campeonato, vimos de três empates e duas derrotas.
Não temos falado até aqui de arbitragem, iremos manter a aposta, mas não andamos a dormir! Já começa a ser muitos jogos e de certo que não nos vamos deixar pisar. Optamos por não entrar por ai, e TENTAREMOS manter.
Na próxima jornada, a ultima da primeira volta, receção ao Santiago Maior.
Sp. Viana; Manel, Márinho (Zé Pedro), Setúbal, Dany, David Candeias, Teigão (Bitó), Levy, Gonçalo, Luis Rodrigues, Diogo (Baba) e Zé Manel.

Resultados da 12ª Jornada;
Cabrela 0-2 Portel
Redondense 3-0 Arraiolense
Calipolense 0-1 Perolivense
Estremoz 1-2 Lavre
Escouralense 1-0 Sp. Viana Alentejo
Santiago Maior 1-2 Bencatelense
Borbense 0-3 Oriolenses


Classificação:
1º- Oriolenses – 26
2º- Sporting Viana - 24 pontos
3º- Cabrela - 24
4º- Arraiolense - 20
5º- Calipolense - 20
6º- Perolivense - 20
7º- Redondense - 20
8º- Lavre - 19
9º- Portel – 16

10º- Escouralense – 15
11º- Estremoz - 13
12º- Borbense - 12
13º- Bencatelense - 5
14º- Santiago Maior - 0