segunda-feira, setembro 15

Vitória expressiva na 1ª Jornada da Divisão de Elite



Na ronda inaugural da Divisão de Elite o Sporting de Viana recebeu e goleou por 6-3 a formação de Oriola, entrando assim da melhor forma na época 2014/2015. A formação de Viana do Alentejo bem cedo se adiantou no marcador por intermédio de Carrasco, fruto de um inicio de jogo de elevado nível viria quase de seguida a surgir o 2-0 apontado por Nhuka na conversão de uma grande penalidade após falta sobre Carrasco. O adversário mostrava-se completamente atónito e vê o SP.Viana chegar ao 3-0 desta feita com um golo de Bragança. Com cerca de 10 minutos de jogo e com 3-0 no marcador a nossa equipa mandava claramente em todos os aspectos do jogo tendo pela frente uma equipa do Oriola que praticamente se limitava a fazer jogo directo e a imprimir alguma dureza nos lances como forma de tentar mudar os acontecimentos. O Oriola viria a reduzir para 3-1 na conversão de uma grande penalidade que a nós nos deixa muitas dúvidas. Antes do intervalo a nossa equipa voltaria a marcar com Carrasco a bisar na partida. Na 2ª parte a toada do jogo manteve-se, com a equipa de Viana a controlar o jogo e a encontrar pela frente o guarda-redes Rato que esteve numa tarde muito inspirada e com defesas de elevado nível ia adiando o 5º golo do SP.Viana. Apesar da inspiração do keeper contrário Bragança viria a fazer o 5-1 num bom golo de cabeça e o 6-1 surgiria após um erro defensivo grave do Oriola devidamente aproveitado por Cláudio. Nos 10 minutos finais a nossa equipa tirou claramente o pé do acelerador e viu o Oriola reduzir para 6-2 num livre em que a nossa equipa facilita e permite ao adversário cabeçear sem oposição. O 6-3 viria a surgir já em tempo de compensação na cobrança de um livre directo á entrada da nossa área. Excelente vitória do Sporting de Viana nesta 1ª jornada da Divisão de Elite 2014/2015, em que realizou uma exibição de grande qualidade em todos os aspectos do jogo, abrindo boas perspectivas para as próximas partidas.

Jogaram: Igor, Zé Pedro, Setúbal, Figo, David, Jorge, Levy, Carrasco, Kelvin, Nhuka e Bragança.

Jogaram ainda: Coxola, Cláudio e André Garcia.

Não utilizados: João Nazareth, Ferro, Alex e Peixe.