sexta-feira, agosto 19

Séniores - Sporting de Viana no Jornal Record



Fonte:  http://www.record.xl.pt/futebol/futebol-nacional/portugal-prio/detalhe/sotaque-crioulo-em-ano-historico-no-sp-viana.html


O Sporting de Viana prepara-se para viver um momento inédito na sua história, quando este domingo, na primeira jornada da Série H do Campeonato de Portugal Prio, receber o Pinhalnovense. Isto porque será esse o jogo que marca a estreia da formação da AF Évora nos campeonatos nacionais, que conta nas suas fileiras com um contingente de sete jogadores cabo-verdianos, apostados em assegurar a permanência. 


Levi, médio de 27 anos, foi o primeiro a chegar a Viana do Alentejo e rapidamente assegurou o estatuto de capitão. "Nunca tinha ouvido falar desta vila. Inicialmente joguei pelo Redondense e depois estive uma época no Oeiras. No entanto, as coisas não correram bem e acabei por vir para o Sp. Viana", referiu o cabo-verdiano, que assegura estar "numa família", motivo pelo qual não aceitou outros convites. "Aqui tudo é diferente. Fomos bem acolhidos e sentimo-nos em casa. Este ano recusei uma proposta de um clube do Campeonato de Portugal Prio. Na hora de sair, não consegui deixar esta família", revelou.

No ataque surge Kélvin, o goleador dos distritais na temporada transacta, com nada menos que 29 golos apontados, que se diz a postos para "trabalhar para manter a equipa neste campeonato."


Arranque atribulado

Com um orçamento de 70 mil euros, a época do Sp. Viana começou aos ‘soluços’. Primeiro, viu o técnico José Pratas, contratado no defeso, assinar como treinador-adjunto dos húngaros do Debrecen. Depois, a poucos dias do arranque, ainda aguarda a legalização de dois jogadores. João Daniel Rico, técnico de 30 anos, foi o homem escolhido para guiar a equipa. "É um projeto aliciante e, embora sem jogadores experientes nestas andanças, temos muita irreverência", destacou.

Autores: Luís Mósca