quarta-feira, março 3

Análise à 16ª Jornada


Campeonato Distrital da Divisão de Honra

Classificação Actual:

Redondense – Calipolense, interessante jogo no campo do Calvário, frente a frente o terceiro e o quarto classificado, equipas que se encontram num excelente momento de forma, embora a equipa visitante venha de uma derrota, que acaba por ser normal em Vendas Novas. Este jogo joga-se muito mais que os três pontos, por um lado, um Redondense a fazer uma excelente prova, vem de uma grande vitória nos “sacaios”, campo sempre complicado e com a derrota do Monte Trigo, entrou na luta pelo segundo lugar. Quanto ao Calipolense, procura segurar a quarta posição, sabendo que um resultado negativo pode baixar na tabela. Duas boas equipas, com bons valores individuais, prometendo um grande jogo. Na primeira volta empate a zero. Arbitragem de Carlos Rodrigues.

Arcoense – Santiago Maior, novamente a equipa dos Arcos caiu no último lugar, tornando as coisas bastante complicadas para Jorge Nunes que tarda em conseguir bons resultados e com isso sair dos últimos lugares. Depois de ser goleado em Borba, já o tinha sido em casa, sem apelo nem agrado pelo Escoural, recebe nesta jornada, a equipa do Santiago Maior. A vitória é apenas o resultado desejado e esse será o objectivo máximo para o próximo domingo. Pode aproveitar o mau momento dos homens de Vítor Pires que aos poucos teêm perdido a chama inicial e nem os jogos em casa os faz pontuar. Derrotado pelo Redondo, esta equipa procura agora regressar ás vitorias já no domingo. Na primeira volta, jogo equilibrada com a vitória a sorrir para o Santiago por três a dois. Arbitragem de António Fernandes.

Giesteira – Borbense, mais um jogo interessante, no pequeno campo da Giesteira, frente a frente duas equipas que querem recuperar na prova. Ora a equipa de Canivete vem de duas derrotas caseiras nos últimos jogos, onde a par com o Santiago, eram as suas principais armas, mas com estes resultados, a equipa caiu depois de andar nos lugares de destaque. No passado fim-de-semana, a chuva “proibiu-os” de jogar, assim sendo encara este jogo com fundamental para a sua recuperação. Quem também quer recuperar é o Borba e para isso já encontrou a chave da recuperação, com a vitória moralizadora ante o Arcos. Pela rivalidade, pelos números. Na primeira volta jogo polémico que terminou em três a zero para o Borba. Arbitragem de Mário Carrasco.

Oriolenses – Escouralense, depois da saída de Paulo Monteiro, o amigo César não perdeu tempo e contratou um homem experiente, “batido” em clubes da zona dos mármores e com isso, outra filosofia, diferente desta zona. Vamos de certeza ver esta equipa crescer, porque tem qualidade, será bem orientada e com isso os resultados surgirão. No passado domingo, foi uma amostra, um excelente empate, serviu para moralizar. Nesta jornada tem pela frente um adversário difícil, também ele em recuperação. Será sem duvida um bom jogo, com o Escoural a tentar aproveitar algumas “mazelas psicológicas” do plantel de Oriola, com Balão a conhecer bem o seu adversário, de certo que irá explorar todos esses factores. Na primeira volta empate a três! Promete este jogo. Arbitragem de Nuno Croino.

Monte Trigo – Portel, derby, temos derby. Orgulho ferido depois da derrota em Viana, Nuno Gaspar quererá vingar esse resultado e assim ganhar o derby do concelho de Portel. Ora se o título já era complicado, com a derrota na passada jornada, viu aproximar o Redondo e com isso, terá que puxar os galões para o segurar o segundo lugar. O Portel anda motivado e Luís Valente, mais que nunca quer vencer este derby, pelas guerras antigas… Jogo interessante, em que publico não irá faltar, onde a incerteza do resultado estará presente. Na primeira volta, Monte Trigo foi mais forte, venceu por dois a zero. Arbitragem de Maria Oliveira.

Arraiolense – Sp. Viana, mais um desafio complicado para os nossos jogadores. Quatro vitórias seguidas fizeram com que a nossa equipa chegasse à quinta posição, lugar esse que motiva os pupilos de Canelas. Ora o objectivo é claramente a manutenção e com isso um campeonato tranquilo. Até ao momento isto está a acontecer, graças às excelentes exibições anteriores da equipa, mas teremos que encarar um jogo de cada vez e este próximo é deveras complicado. Um Arraiolense motivado também pela vitória com o Bencatel, viu regressar importantes jogadores para este jogo e com isso dificuldades para a nossa equipa, já que esta aguerrida equipa deixa sempre a pele em campo. Vamos acreditar que o nosso Viana apesar das baixas, surja motivado e com sede de vitórias para assim alcançar mais três pontos. Na primeira volta, vitória complicada da nossa equipa por dois a um. Arbitragem de Luís Godinho.

Bencatelense – Est. Vendas Novas, primeiro felicitar o regresso de Galhofas ao comando técnico do clube da sua terra. De facto as coisas estavam complicadas e estão para os lados de Bencatel e cabe agora ao Manel deitar mãos à obra para recuperar a equipa. Excelentes condições não faltam, ele que revolucionou as condições dos campos nomeadamente em Vila Viçosa e Bencatel nos tempos de Vereador do município. Este não será o jogo ideal, visto defrontar o super Estrela, aquela equipa imbatível da prova. Claramente a equipa de Carlos Vitorino é favorita e esse certamente será o desfeixo final. Na primeira volta uma vitória suada por, um a zero. Vamos ver… Arbitragem de Bruno Piçarra.