domingo, maio 2

Esteve quase....

Podia ter terminado o ciclo 100% vitorioso do Estrela no passado sábado no Faria e Melo. Foi esta a sensação que ficou de um jogo morno em que teve emoção na fase final da partida.
Todo o jogo foi dominado, como era de esperar pelo Estrela, que desde o inicio de jogo apoderou-se do nosso meio campo, só que o nosso Viana, montou um estratégica bem definida, ocupando bem os espaços e assim tentava retardar o golo dos já campeões distritais. Na primeira parte, apenas por uma vez o Estrela conseguiu perigo, através de um cruzamento da direita, em que Júlio, o mais inconformado, não consegue dominar bem a bola e já de ângulo apertado atira por cima. O jogo estava morno, sem grande interesse, beneficiava a nossa equipa e ia levando a água ao seu moinho. Na segunda parte, o Estrela marca logo no início da partida, beneficiando de uma aparente falta junto à nossa área, que Magalhães, exímio neste tipo de lances, faz um grande golo. Aí, o Estrela relaxou um pouco, já que começava a ficar nervoso uma vez que o golo não surgia, começando a gerir jogadores para os restantes jogos. Disso aproveitou o nosso Viana que nem com as limitações para este jogo o fez deixar de lutar, dispondo de uma grande situação de golo através do recém entrado Cadeireiro, que conseguiu “arranjar” espaço na área, desferindo um remate cruzado junto ao poste esquerdo da baliza de Rainha. O Estrela apenas conseguia criar algumas situações de perigo em lances de bola parada, mas sem que o golo surgisse. Já em períodos de descontos surge o lance decisivo, numa bola bombeada para a área do Estrela, David cabeceia e Paulo Sérgio joga a bola com o braço, prontamente e corajoso, o árbitro marcou grande penalidade. A nossa equipa dispunha de um lance que podia marcar este jogo e esta época, onde seria a primeira equipa a retirar pontos ao campeão, mas Salgado que substituiu Luís Sanche actual marcador das grandes penalidades que tinha saído ao intervalo lesionado, atirou por cima, para grande alegria de toda a equipa do Estrela. O jogo terminou segundos depois….
Quanto à arbitragem, Rui Romão, fez uma arbitragem com alguns erros, mas sem influência do resultado, sendo muito corajoso no lance da grande penalidade, lance esse que muitos certamente não teriam coragem de o marcar.
Próximo jogo, no domingo novamente no Faria e Melo, com o Viana a receber o Redondense.

Ficha do jogo;
Sp. Viana; Salgado, Zé Pedro, Luís Sanche (Cadeireiro), Mero, Pedro Candeias, Pinelas, Teigão, Ventinhas, David Candeias, Dino e André (Feles).

Estrela; André Rainha, Chico Zé, Ricardo Ramos, Paulo Sérgio, Nélson Valente, Marco Fadista, Nuno Aldeias, Magalhães (André Almeida), Júlio (Renato), Jair (Fábio) e Ricardo Antunes.

Árbitro: Rui Romão, auxiliado por Paulo Avó e Pedro Lopes.

Outro jogo em atraso:
.
Escouralense 2 Giesteira 1
.
Classificação:
1º - Est. Vendas Novas - 69

2º - Monte Trigo - 50
3º - Redondense - 48
4º - Calipolense - 39
5º - Escouralense - 38
6º - Giesteira - 31
7º - Sp. Viana - 29
8º - Portel - 29
9º - Oriolenses - 25
10º - Santiago Maior - 25
11º - Bencatelense - 24
12º - Borbense - 23
13º - Arraiolense - 14
14º - Arcoense - 10